Há dias

Há dias em que tudo vem à cabeça… Tudo tudo tudo…

Há dias em que tal como falei em textos anteriores me pergunto: “porquê?”, “porquê que me aconteceu isto?” (Amigos, estas questões não valem a pena. Mas a verdade é que há dias em que elas surgem.)

Há dias em que me olho ao espelho e me questiono: “Quem és tu?”, “Onde está a Adriana?”.

Muita coisa mudou, muita… tanto fisicamente (o rosto, o cabelo, o corpo…), como psicologicamente (maneira de pensar, agir, gostos…).

Por vezes até acordo e penso como seria a minha vida se nada disto tivesse acontecido… Será que estava já programado no meu destino? Mas será que existe realmente destino?

E surge este tipo de questões…

Bem, eu só queria ter saúde!

Só queria fazer aquilo que mais gosto, comer aquilo que mais gosto… Só queria ser normal.

Mas não dá… Tenho uma lista enorme de cuidados a cumprir… Eu e vocês que se encontram na mesma situação.

E devemos seguir à risca esses cuidados, mesmo nestes dias em que nos vamos um pouco a baixo!

Na verdade, isto acabou por ser um desabafo. Há dias assim, mas também há dias bons… Em que a força para lutar é tão grande que conseguimos ultrapassar qualquer obstáculo.

Agora para aqueles que têm saúde, aqui vai um lembrete:

Sejam o mais saudáveis possível.

Lutem por aquilo que mais gostam, façam aquilo que mais gostam.

Aproveitem ao máximo a vida e não se queixem tanto dela, porque não sabem quando ela pode mudar.

Beijinhos

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s